Notícias

"Inspirei-me na imperfeição humana e na sua igualdade aos olhos de Deus" VIP

Coincidindo com a vinda do Papa FRANCISCO a Portugal, MARIA JOÃO BAHIA criou uma coleção de jóias de cariz religioso, a que batizou com o nome de Celebrar Fátima.
 
O seu nome dispensa apresentações. Maria João Bahia é uma designer de jóias de autor, com carreira reconhecida dentro e fora de Portugal. Agora que o Papa Francisco vem a Portugal, a joalheira decidiu criar a coleção Celebrar Fátima. Um exemplar do seu novo trabalho vai mesmo ser oferecido a Sua Santidade. E a relação de Maria João Bahia com o Vaticano não é nova. Tudo porque, quando Bento XVI veio a Lisboa, em 2010, foi ela a escolhida para conceber um relicário que foi oferecido ao Papa emérito e que está hoje na sua capela privada, no Vaticano.
 
VIP - O que é a coleção Celebrar Fátima?
Maria João Bahia - Esta coleção teve como base a frase que o Papa Bento XVI disse aos bispos portugueses: "Apraz-me pensar em Fátima como uma escola de fé com a Virgem Maria por mestra; lá ergueu ela a sua catedral para ensinar aos pequenos videntes e depois às multidões as verdades eternas e a arte de orar, crer e amar." E com a chancela do Santuário de Fátima, e depois de várias reuniões, criei esta coleção.
 
Em que se inspirou?
Na imperfeição Humana e na sua igualdade aos olhos de Deus.
 
 Leia a entrevista Completa no PDF em anexo.
Alberto Madeira Miranda